Novas Alices

Minha Vida Mora ao Lado - Huntley Fitzpatrick

10 de janeiro de 2017

Minha Vida Mora ao Lado é o primeiro romance de Huntley Fitzpatrick, a mesma autora de Pensei que Fosse Verdade, que eu já resenhei aqui no blog. O livro foi lançado pela editora Valentina e segue o mesmo estilo do segundo, a diagramação e o design da capa, o que me dá uma sensação boa quando vejo os dois na estante lado a lado, hahaha!



"Samantha não é aquela típica adolescente chata e angustiada. Ela é madura, inteligente, se respeita; resumindo: ela é demais! Adorei a forma como a história vai crescendo e ganhando corpo, tocando em assuntos como aceitação, lealdade e responsabilidade, tudo isso em meio à vivência do primeiro amor da juventude. Um livro delicioso, alto astral e belamente escrito."

Esse trecho escrito por Kristan Higgins, autora best-seller do New York Times, resume perfeitamente a ideia do livro. Dois adolescentes, de famílias completamente opostas, vivendo todas as emoções do primeiro e verdadeiro amor. Bonito, comovente e romântico, mas ao mesmo tempo é triste, ao modo que Samantha Reed, a protagonista da história, vive esse romance em segredo, escondendo até da sua própria mãe. O vizinho, Jase Garret, tem uma família acolhedora e é tudo o que Samantha deseja ter na sua vida.



Até que uma tragédia acaba acontecendo e ela se vê em um enorme dilema: para quem recorrer? Para a sua família ou para a nova família que a aceitou tão bem como a namorada de Jase? Apesar de madura e mostrar uma responsabilidade fora do normal para alguém da sua idade, Sam já não sabe se consegue tomara decisões e enfrentar desafios sozinha. O jeito com que ela encara cada situação é fantástico e eu me encantei demais com essa personagem!

"MINHA VIDA MORA AO LADO é um livro encantador sobre a família, o amadurecimento, a lealdade, o primeiro amor e, principalmente, sobre como ser sincero com alguém que amamos demais sem trair grandes verdades. Cada escolha uma renúncia. Cada escolha uma consequência: bem-vindos à vida!"

Muita gente reclamou do segundo livro da autora, dizendo que o primeiro romance era muito mais empolgante e a história muito mais forte. Eu gostei do segundo livro, mas tenho que concordar nesse ponto: Minha Vida Mora ao Lado é um livro emocionante, forte e lida com os sentimentos mais delicados e difíceis de explicar. Na verdade, eu acho que são duas histórias distintas, cada uma com duas peculiaridades. Prefiro não comparar um livro com o outro, mas confesso que esse eu consegui terminar em bem menos tempo e me empolguei mais com a história. Realmente, um drama que mexe com o psicológico e você fica alguns dias pensando em tudo que aconteceu no livro, o que gera um apego emocional inevitável com os personagens! Quem aí também sofre no final do livro, com a separação? Haha! 










É um livro de fácil leitura, gostoso de ler e não deixa de ser uma história forte, que faz com que o leitor reflita e se coloque no lugar de Sam, vivendo seus dilemas. Impossível não se emocionar com esse romance lindo!

Olá, meninas e meninos! | Taciele Alcolea

3 de janeiro de 2017

Ainda não tinha falado de nenhum livro de blogueira aqui no blog, então esse vai ser o primeiro! Olá, meninas e meninos! é o livro da blogueira/youtuber Taciele Alcolea, que eu não preciso falar muito, pois tenho certeza que vocês já conhecem muito bem! Eu conheci a Taci em 2011, logo depois que ela começou a gravar vídeos no Youtube e também comecei a acompanhar pelo blog. Lembro que na época ela tinha uns 60 mil inscritos e foi crescendo cada vez mais rápido. Hoje ela está quase chegando aos 3 milhões e o maior motivo disso sempre foi o carisma e a forma natural como conversava com as leitoras!



Com certeza, a primeira coisa que chama a atenção no livro, é o design! Todo colorido, bem no estilo da Taci e a capa traz os mesmos elementos do layout do blog. O livro tem 190 página e é cheio de fotos que ocupam a página toda e frases fofas! Dá para ler inteirinho em um dia!

O livro é escrito por ela em primeira pessoa, então é como se a gente estivesse no canal ou no blog, como estamos acostumadas! Dá até para imaginar a voz dela em algumas frases engraçadas, haha! Eu não sou muito fã de ler biografias, mesmo de pessoas que eu gosto, meio que tenho preguiça, sabe? Haha! Mas eu gostei bastante, achei super divertido e as páginas são tão lindas que você nem percebe que já está no final!



O mais legal de tudo é que acabamos conhecendo muito sobre ela, mais do que pensamos que conhecemos. Ela sempre foi muito aberta com o público, mas no livro escancara coisas que nunca vimos em seus vídeos. Se você acompanha o canal da Taci, deve saber que ela sempre gostou de escrever em diários e já leu algumas páginas em vídeos. Então, várias dessas páginas estampam as páginas do livro, inclusive as histórias mais constrangedoras, haha! Também tem muitas fotos antigas, por exemplo, você já imaginou a Taci morena? O livro traz muito mais do que já conhecemos, é uma espécie de diário mesmo e eu achei muito legal a ideia do livro!



O livro é um lançamento da Editora Outro Planeta e também um presente da Taci para suas leitoras e seguidoras. Ele deixa transparecer que foi feito com muito carinho, no mesmo jeitinho que ela se dedica aos vídeos, que estão cada vez melhores! Quem é fã, sempre gosta de ter algo físico do seu ídolo, algo para guardar. E esse livro proporciona isso da melhor forma para quem é seguidora da Taci!

Cinco atitudes para começar o ano de forma positiva!

2 de janeiro de 2017

Oi pessoal! Chegamos em 2017, e eu queria muito preparar algo especial para vocês. No ano passado, eu passei por algumas crises e falta de motivação, e isso fez com que eu aprendesse muita coisa. Também li alguns livros com o intuito de autoajuda, que me ajudaram muito e pude buscar referências para escrever esse texto! Resolvi compartilhar com vocês cinco lições para se sentir mais motivado e autoconfiante, duas coisas essenciais para chegar ao sucesso! Espero que motive vocês e ajude a entrar neste novo ano da melhor forma!



Encare as mudanças.

Mudar não é fácil! Quando mudamos, a gente acaba deixando para trás os sonhos, que agora não passam de coisas bobas, amigos que juramos amizade eterna e mais um bocado de coisas. Mudar é preciso, mudar faz bem! Mas também dá medo, insegurança, afasta pessoas e você entra em uma crise existencial, onde nada parece mas fazer sentido.

Sabe quando você está indeciso, e sabe mais o que você gosta de verdade? Não se assuste, pois é o seu período de mudança! No começo é confuso, mas depois você verá a diferença. Se mudança não acontecer naturalmente, faça você mesmo acontecer. Tire férias, viaje (mesmo que pra um lugar perto), experimente novos sabores, conheça novas pessoas e faça contatos e amizades. Faça aulas experimentais de diversas coisas, até você se encontrar. Espere o seu tempo, não apresse as coisas, que tudo logo vai se encaixando. E se precisar, descanse. Todo mundo precisa de um tempo!

Em 2016, passei por um momento muito confuso da minha vida, que acredito ser a crise dos pré-30, hahaha! É difícil aceitar a mudança, e mais difícil ainda é aceitar que o tempo passa e você ainda não fez nada do que queria ter feito. Ou então, descobre algo novo! Com isso, pude perceber o quanto nos lamentamos o tempo todo. Não se lamente por ter descoberto quem você é somente agora, tudo tem seu tempo! Era pra ser agora, entende? Se isso acontecesse com você antes, não seria da mesma forma que está sendo agora! Isso foi o meu maior aprendizado, descobri em várias situações e hoje levo isso como lema para a minha vida.

Se eu não tivesse mudado nos últimos anos, eu ainda estaria procurando um emprego na carreira jornalística, eu ainda teria aquele pensamento ignorante de que só o rock é música boa, e jamais teria voltado a tocar violão, inspirada pela música sertaneja atual. Tudo porque eu tento a cada dia me libertar de padrões e regras que muitas vezes são impostas por nós mesmos, que carregamos a bandeira da liberdade, da empatia e luta contra o preconceito.

Eu não sou ligada à astrologia, mas dizem que em 2017 começará um novo ciclo. Depois do trágico ano de 2016, se encerra um ciclo regido pelo Sol, depois de 36 anos. Nossa geração, que viveu em um único ciclo, terá a oportunidade de começar tudo de novo! Pode ser que venha tempos difíceis, mas transformadores, com muito aprendizado e conquistas à base do nosso esforço e ajudando mais ao próximo.



Enxergue as falhas como aprendizado, e não como fracasso.

Acredite de verdade que esse será mesmo um novo ciclo pra você, independente de crenças ou teorias. Não acho que seja bobagem fazer promessas de Ano Novo, pois sempre fazemos isso com a intenção de que se realize e é no início do ano que tomamos aquela dose de otimismo e motivação, onde tudo parece ser uma nova chance. Mas quantas promessa deixamos de realizar, não por questão de não poder, mas apenas porque nossos planos mudaram? Você não fracassou só porque não viajou para Paris esse ano, ou porque não conseguiu comprar a casa própria. O fracasso não está ligado à coisas, o fracasso só existe quando desistimos. Se você não conseguiu o que queria, mas continua tentando, então você apenas não chegou onde quer ainda. O seu objetivo futuro depende das decisões que tomar agora!

Selecione as pessoas que você convive.

Não pense que isso é errado. Perdemos tanto tempo pensando no que os outros vão pensar e em como responder aquele antigo amigo chato que te pergunta "mas você mudou mesmo, hein? Não é mais aquele que eu conheci!" Imagina, se tudo continuasse sempre igual, ia ser tão chato, né?  Pense como algo positivo, e responda: "É sim eu mudei, que bom que eu mudei!"

Não se sinta culpado em se livrar de alguém que você ainda considera só porque foram amigos na infância ou porque é um primo distante. Se alguém não te faz bem de alguma forma, se afaste e não perca tempo falando mal dela para outras pessoas. Sei que é inevitável, às vezes, mas comece a trabalhar isso dentro de você, pois só te fará bem! 2016 foi um ano de muitas decepções para mim, mas diminuir o meu círculo de amizades e selecionar a dedo as pessoas da minha convivência só me trouxe paz! Algumas pessoas são cruéis, mas não sinta raiva, geralmente são pessoas carentes ou que tiveram uma decepção muito grande, ou ainda, alguém que sofre de alguma forma! Não tem como saber. Por isso, a melhor forma de viver é deixar de lado esse tipo de gente!



Livre-se dos preconceitos e de regras sem sentido.

Não estou falando só de preconceito em relação às minorias ou causas sociais, o preconceito está presente em tudo. Está em alguém que você critica porque está usando um look que não combina, está presente quando você ri daquela moça acima do peso de biquini na praia, está presente quando você fala que funk é um lixo (ou qualquer outro gênero). Não seja mais essa pessoa! Ninguém muda de um para o outro, mas a cada dia de cada vez. Procure sempre melhorar nessas pequenas coisas, pode parecer irrelevante, mas nos transforma aos poucos!

Esqueça as supostas regras e não dê ouvidos ao que outros tenta impor para você. Se você tem 38 anos e ainda não tem filhos, é um direito seu e ninguém tem nada a ver com isso! Viva somente para você e da forma como quiser. É claro que devemos pensar e ajudar os outros, mas de forma solidária. Quando for para tomar decisões, pense somente no que é melhor para você!

Seja grato.

Gratidão é uma das maiores virtudes que podemos ter. Seja grato pela vida, por tudo que tem e pelas oportunidades. Esse ano não irei fazer lista de objetivos! Eu tenho muitos, claro, mas minha prioridade é ser grata por tudo que já conquistei, mesmo que nas pequenas coisas. Farei planejamentos semanais e mensais, e deixar que o resultado disso venha naturalmente!

Vou dar um spoiler de como essa fase difícil mudou minha forma de pensar, me livrou de uma possível depressão, uma doença que todos nós estamos sujeitos por algum motivo ou outro. Eu faço de tudo para que as coisas não me abalem, e sei que minhas palavras talvez não possam curar ninguém depressivo, mas do fundo do coração, eu espero que possa pelo menos esboçar um leve sorriso em você que está lendo até aqui! 



A partir de agora, meu trabalho com o blog e canal começam uma nova fase. Aquela fase que eu sempre acho que vai acontecer todo ano. Mas dessa vez, eu vou trabalhar para isso, e não me lamentar, como fiz outras vezes. Faço tudo com muito amor, sempre fiz. Mas agora quero, além do amor, me dedicar a isso com profissionalismo, frequência e responsabilidade. Eu não vou prometer que vai ter post todos os dias, vídeos toda semana. Por mais que eu planeje isso, não é isso o meu foco. Meu foco é oferecer qualidade. Posts que não sejam só pesquisados no Google, mas quero passar para vocês coisas que aprendi durante a minha vida, coisas que aprendi em cursos, em livros. Coisas garimpadas, pesquisadas a fundo, o Google ajuda também, mas para ser um possível influenciador digital é preciso muito mais. Não quero oferecer algo raso, quero transmitir conhecimento e inspiração!

Não vou colocar meta de mil inscritos por mês, a minha meta com o canal é que pelo menos uma pessoa assista e se sinta satisfeita. Que essa pessoa aprenda algo! É esse o meu objetivo e o meu dever, esse é o dever de qualquer pessoa da mídia, influenciador e que trabalha nesse meio!

Começo o ano desejando um ótimo 2017 para vocês, e agradecendo. Obrigada por estar aqui!