Novas Alices | Maria Ienke: Parque Estadual de Vila Velha/PR

Sponsor

Parque Estadual de Vila Velha/PR

5 de junho de 2013


Na semana passada, eu e minha família fomos visitar o Parque Estadual de Vila Velha, que fica pertinho aqui da minha cidade (Ponta Grossa), uns 18 km do centro. Eu moro aqui desde sempre, e sentia muita vergonha de ainda não ter conhecido esse lugar! haha! O local é muito visitado por turistas do mundo todo, é conhecido pelos famosos arenitos, que são formações rochosas esculpidas pela própria natureza a partir de um grande volume de areia, ao longo de 340 milhões de anos. Ele também abriga várias espécies de animais, inclusive o raro lobo-guará, jaguatirica, tatu, quati, tamanduá-bandeira, gato-do-mato, entre muitos outros! Para essa aula de geografia não ficar muito longa, dá pra ver os detalhes aqui e aqui, caso alguém pretenda visitar o parque ao passar aqui pelo sul do PR!

A trilha pelos Arenitos tem cerca de uns 2 km, não lembro bem ao certo, e dura 1h30. É acompanhada pelo guia o tempo todo, que nos explica os fatores geográficos da região e conta muitas histórias! O passeio por ali foi muito divertido, a trilha é bem leve e nada cansativa! O tempo passa super rápido! Nos arenitos, a imaginação rola solta, já que as rochas formam várias figuras, as mais famosos são: o camelo, a bota, a garrafa de Coca (haha!) e a taça, que é o símbolo da cidade. Depois de 1km, a trilha segue pelo bosque, que nem preciso dizer, é a sensação mais gostosa do mundo! O ar é tão fresquinho! Pena que nenhum bicho aparece para deixar tudo mais lindo ainda! :(


Próxima parada: Furnas! As furnas fazem parte do roteiro, mas fica a uns 4km dos arenitos, por isso é preciso ir de ônibus. O guia acompanha durante a trilha, mas as explicações são feitas no início do passeio. Furnas são poços de desabamento, feitas do mesmo material dos arenitos. As duas furnas visitadas são as mais famosas e tem cerca de 100m de profundidade. Antigamente, era possível descer até lá com um elevador, mas por causa das condições do lugar e do risco, o elevador foi desativo. Esse trajeto, junto com o próximo, duram 1h30!




O passeio termina na Lagoa Dourada, com mais uma pequena trilha cheia de vegetação nativa! A Lagoa é preservada, a pesca é proibida. Lá tem várias espécies de peixes, que podem ser vistos através da água cristalina. A vista é maravilhosa! Vale dizer, que a Lagoa um dia foi uma Furna! 



Quem vier para Ponta Grossa ou Curitiba, não pode deixar de visitar o Parque! Além do passeio maravilhoso, desfrutamos a natureza nativa e ainda caminhamos bastante, o que é super saudável! :)
Recomendo que usem roupas leves, nada de calça jeans, hein! Comam e vão ao banheiro antes de fazer a trilha, é sério! Às vezes a gente esquece e no meio do caminho é impossível fazer essas duas coisas, né? Acho que isso vale para qualquer lugar! Levem água e câmera fotográfica! Nós levamos três, haha! (Alô, exagerada!) E logo vai ter um vídeo sobre o passeio, aguardem!


Antes de pegar o ônibus para a trilha, ficamos em uma sala onde passam um vídeo sobre o local. Além desta sala, tem lanchonete (não tem almoço, só lanche gordo mesmo! Então levem frutinhas!) e uma lojinha com souvenirs e produtos artesanais. O passeio todo pra quem é brazuca, custa 18 reais. Pra quem mora em PG ou é estudante, paga meia entrada. Espero que tenham gostado, logo farei outros posts com o mesmo tema, quero conhecer muitos outros lugares ainda esse ano! 

Comente com o Facebook:

Um comentário: