Novas Alices | Maria Ienke: 5 atitudes que vão te ajudar a deixar de ser trouxa!

Sponsor

5 atitudes que vão te ajudar a deixar de ser trouxa!

1 de fevereiro de 2016

Eu pensei muito antes de fazer esse post, pensei até em fazer vídeo, mas decidi fazer em formato de post mesmo, já que a maioria das leitoras e leitores estão acostumados com o blog e eu ainda preciso desenvolver melhor minha performance para gravar esse tipo de vídeo, haha. É uma responsabilidade e tanto, né? Falou, já era! Quando estou com pessoas que eu conheço, costumo ser brincalhona e falante, mas a verdade é que sempre fui uma pessoa introvertida e muito tímida, daquelas que ficava vermelha quando a professora mandava falar algo em voz alta na sala de aula. Por esse motivo, sempre tive vergonha de xingar, brigar, responder, perguntar ou falar sobre algo que estava me incomodando. Isso gerou alguns problemas, pois isso costuma atrair pessoas abusivas, aproveitadoras e inconvenientes, pessoas sem limites. Como eu tenho uma vasta experiência nesse assunto, resolvi abrir meu coração e compartilhar com vocês 3 atitudes que são necessárias para que ninguém mais te faça de trouxa! Leva um bom tempo para mudar, mas o pouco que você consegue, já faz toda a diferença!



1. APRENDA A DIZER NÃO
Uma das características de pessoas tímidas é não saber dizer não. O teu colega pede para você fazer um trabalho pra ele, você vai lá e faz, e muitas vezes acaba deixando para fazer o seu por último. Um exemplo bastante comum, né? Você acaba fazendo coisas que não quer e que não gosta, apenas porque fica sem jeito de negar um pedido de alguém que você tem consideração. Você não precisa falar de maneira grosseira, existem muitos jeito de negar algo a alguém sem ofender. Lembrando que uma mentirinha inofensiva também não faz mal de vez em quando! Aqui vão alguns exemplos:

"Eu gostaria muito de ir, mas realmente não posso, minha mãe precisa de mim para (insira aqui o seu motivo)." Colocar a mãe no meio é sempre um bom argumento. Primeiro, que você realmente ajuda a sua mãe quando precisa, então não chega a ser uma mentira. Segundo, ninguém vai discutir com você depois que você falar da mãe. Mãe é tipo algo sagrado, indiscutível!
"Eu faria isso por você sem problemas, mas estou estudando muito e mal consigo fazer minhas próprias coisas." Vestibular, concurso, mestrado, seja o que for, ela não iria se perdoar se você não passasse na prova por culpa dela. Então ninguém vai discutir com você! Se a pessoa for sem noção e insistir no assunto, diz que depois do tal concurso vocês conversam. É claro que essa conversa não vai existir, pois você terá muitas outras provas depois dessa! #SQN
"Adoraria almoçar com você agora, mas tive uma intoxicação alimentar essa semana." Com saúde não se brinca, a pessoa jamais irá insistir se você colocar doença no meio. Alergia e fobia também são boas desculpas para dizer não, sem precisar dizer a palavra "não".

2. PARE DE ACREDITAR TANTO NAS PESSOAS (E ACREDITE MAIS EM VOCÊ!)
Tem coisas que a gente acaba levando no bom humor, mas aqui o papo é bem sério! Quantas decepções poderiam ser evitadas se seguíssemos esse passo à risca, quantas expectativas deixariam de ser frustrantes se acreditássemos mais em nós mesmos do que em outras pessoas? 

Você já deve ter ouvido de alguém aquela célebre frase clichê: "Vamos crescer juntos!" Ou então, "vai ser bom pra você!" Mas o tal do crescer juntos, depende de que ela cresça para ajudar você a crescer. E para que ela cresça, VOCÊ terá de se esforçar trabalhando pra ela, pra quem sabe, ter alguma vantagem no futuro. Você já parou pra pensar, que você poderia pular essa etapa e fazer algo por você? Gaste toda essa energia e conhecimento que você tem, fazendo para você e não para os outros. Para ficar mais claro, vou dar um exemplo: Alguém acabou de abrir uma empresa de artes gráficas e te chama para trabalhar. Como você é um ótimo profissional, a empresa começa a ficar conhecida e gerar mais lucros por conta do seu trabalho bem feito. Mas você ganha um salário fixo, independente do quanto trabalhe e o reconhecimento fica todo para o dono da empresa. Imagina se você resolvesse trabalhar como freelancer, em casa, fazendo o que você sabe fazer de melhor, mas gerando lucros para você? Claro que é mais arriscado, dá uma certa insegurança e pode dar errado. Mas imagina se dá certo? Você nunca saberá se não tentar!

Claro que existem casos e casos, muitas vezes é legal se ajudar, sim! Em outros, você pode adquirir experiência. Mas se isso acontece sempre com você, é preciso dizer "CHEGA"! Analise bem cada situação, pois na maioria das vezes, a vantagem maior será da outra pessoa.



3. NÃO ACEITE QUALQUER PROPOSTA!
Aqui o caso é parecido com o anterior, só que ao contrário. Você é dono do seu próprio negócio, mas também deve pode ser feito de trouxa. Não são só os "grandes" que tentam se aproveitar da boa vontade alheia, os "pequenos" também. Sabe por que? Por que isso não depende de status ou classe social, é relacionado a caráter. Você receberá milhões de propostas, quase sempre em troca de divulgação do seu serviço ou produto. O objetivo é conseguir algo sem ter que pagar por aquilo. Isso mesmo, sendo bem direta! Se aproveitam da boa vontade, da fama, e do que mais for preciso para conseguir algo às custas do trabalho dos outros. Vocês já devem ter visto muitas situações desse tipo, e até vivenciado. Vale lembrar novamente que, há casos em que é muito bom se ajudar, mas precisa ser sincero, de coração. 

E vou falar a verdade, propostas desse tipo quase nunca dão resultados satisfatórios. Você perde tempo, deixar de ganhar dinheiro e acaba tendo que trabalhar muito para fazer algo que no final, não te renderá nenhum benefício, nem grana e nem visibilidade. Só mesmo experiência, experiência de ser trouxa. Alguém sempre vai ganhar algo em cima do teu trabalho, então, não deixe que isso aconteça mais. Anote esse parágrafo na agenda, para não esquecer, e daqui pra frente só aceitar propostas e parcerias com quem realmente vale a pena, te leve a sério e que os resultados sejam os mesmos para ambas as partes!

4. PUXA-SACO: O PIOR TIPO DE PESSOA 
Esse tópico resume os dois anteriores. Nos dois casos, existirão os puxa-sacos - Não seja essa pessoa! - Se você tenta se aproximar de alguém por interesse, seja pelo que for, essa pessoa vai acabar usufruindo dos seus serviços ˜gratuitos˜ e nunca irá te dar nada em troca, porque ela sabe que não precisa, pois consegue o que quiser de você. Portanto, seja mais linha dura e seja firme com todos. Não confunda auto-confiança com arrogância, são coisas bem diferentes! E também evite o efeito contrário, se você for bem-sucedido, muitos virão atrás de você por interesse, por isso, leve o item 3 desse post a sério, ok? Tenha bons contatos, ajude os outros para ser ajudado, mas saiba identificar quando isso deixa de ser algo bom e vira exploração ou interesse.




5. ELIMINE DA SUA VIDA PESSOAS INDESEJÁVEIS
Vou contar rapindinho uma história bem pessoal, e o que aprendi com ela. Eu tive várias pessoas, uma em especial, que me prejudicou muito na época da adolescência. Fazia intrigas, falava mal de mim até pra minha própria família, mas se fazia de amiga e dizia que só queria ajudar. Passaram muitos anos, e ela continuou fazendo a mesma coisa. Porque raramente as pessoas mudam. Cansei de engolir tudo que ela fazia e passei a ignorá-la. Não, não briguei, não xinguei, nada disso. Apenas eliminei da minha vida quem me fazia mal. Ao contrário do que você possa pensar, isso é saudável sim! Você não precisa alimentar raiva, nem rancor. Apenas seja indiferente e não tenha mais nenhum tipo de vínculo com essas pessoas. Você se sentirá mais leve! E não se preocupe, dificilmente ela virá tirar satisfações, porque ela sabe muito bem a razão da sua atitude. Se ela vier falar com você, fale numa boa tudo o que você pensa, mostre-se uma pessoa bem resolvida!

Espero que esse texto possa inspirar vocês! Esse recado vai para todas(os), mas principalmente para você que é blogueira: Sejam sinceras sempre, interajam bastante, façam amizades legais com pessoas que te fazem bem, que gostam de você, que têm os mesmos interesses! Ajude, divulgue e compartilhe de forma voluntária. Elimine da sua vida o "Segue de volta!", não faça as coisas pensando só em ganhar dinheiro, ele é consequência. As coisas podem até demorar mais, mas você será recompensado de forma espontânea!

Espero que esse texto possa inspirar vocês, pois foi escrito de coração!

Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Senta aqui, deixa eu conversar com você e te fazer um pedido, me abraça pelo amor de Deus! Primeiramente, levei o título do post como um tapa na minha cara, sério. E me identifiquei muito, mas muito mesmo com o primeiro tópico. Apesar de não colocar os favores acima dos meus deveres eu não sei dizer não. Não sei mesmo, sempre acho que a pessoa é uma coitadinha que não vai conseguir sozinha, vou lá e faço tudo. Estou trabalhando cada dia mais para mudar isso, e vou levar em conta suas dicas. Amei! Beijos! www.adocandoasfalas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que fofo seu comentário!! Obrigada, viu?
      Espero que você consiga mudar, eu também tento a cada dia!
      Beijos!

      Excluir
  2. Finalmente um manual para deixar de ser trouxa -palmas- hahah. Concordo com cada tópico! Dizer não e parar de acreditar mais nas pessoas e acreditar mais em você são as que acho mais válidas para a vida toda, é menos decepção! Esse post vai acordar muita gente. Valeu pelas dicas. garotaveneta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nathalia! Espero que ajude muita gente mesmo! <3

      Excluir
  3. Puts! Você descreveu meus últimos anos nesse post!
    Eu também sou do time "não consigo dizer não". E eu tenho trabalhado muito nisso, porque é, as pessoas fazem você de trouxa mesmo. Deixam tudo pra você fazer e depois levam toda a glória sozinhas! (Ok, fui dramática, mas você entendeu).
    Amei o post! Você arrasou!
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi sim, Ana! É bem assim que acontece, e no final a gente sempre leva a pior! Chega uma hora que temos que pensar mais na gente!
      Fico feliz que tenha gostado, obrigada! <3

      Excluir
  4. Olha, muitas vezes arrumo briga por ter personalidade forte, mas o q ninguém sabe, é que a gente fica espertona assim depois de tanto levar na cara. Hoje em dia é mais difícil me fazerem de palhaça porque não hesito em cair fora antes de me decepcionar. Muuuuito bom o seu post, parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lolla! <3
      É bem isso, a gente precisar passar por essas situações pra aprender! :(
      Beijoooo!

      Excluir
  5. Fui lendo seu post e lembrei momentos em que agi assim ou que me deixei levar por pessoas assim. Pensei no tempo perdido, pois aceitar isso destrói a nossa confiança (a minha, pelo menos, era zero). No meu caso, a partir do momento em que me posicionei e acordei pra vida, começou a rolar um bullying (nesse momento você vira a má da história. AH VÁ) simplesmente por não concordar com tudo. Enfim! Ainda me decepciono com esses tipos de situações, mas consigo driblá-las com mais segurança.

    Iniciei um blog recentemente e as comparações são que nem mato, hahaha. O que eu tenho feito? Acreditado em mim. Fico perdida, fico insegura, mas acredito em mim e no que posso desenvolver.

    Resumindo: Adorei conhecer seu blog e seu texto foi muito (MUITO!) importante nesse momento. Obrigada *-*

    Beijos da Jú

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju! Fiquei muito feliz em ler o seu comentário! Que bom que pude te ajudar de alguma forma com esse texto! Todos passamos por essas situações, e depois que quebramos a cara, aprendemos a lidar com isso! É a vida né, hahaha! Obrigada linda! <3

      Excluir
  6. Bom diaaa! Adorei o texto, eu também sofro com isso. Recentemente aconteceu algo muito parecido, mas... Enfim, esse post já me ajudou muito. Parabéns!!!! <3
    http://www.viveresemaquiar.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que pude ajudar um pouquinho! <3
      Obrigada linda!

      Excluir